Você está aqui

Uganda

Pessoas buscam água no campo de refugiados Palorinya, em Uganda. (Foto: Fabio Basone/MSF)
Uganda
Paises em que MSF atua

Em Uganda, onde 1,2 milhão de pessoas são HIV-positivo¹, Médicos Sem Fronteiras (MSF) trabalha para suprir lacunas no tratamento, especialmente para adolescentes e pessoas em estágios avançados da doença.

Em Arua, nosso programa de HIV se concentra em crianças e adolescentes que vivem com o vírus e pessoas com HIV avançado ou com alta carga viral, especialmente aquelas cujo tratamento é falho e que precisam de regimes de terceira linha. No distrito de Kasese, oferecemos serviços de HIV para as comunidades pesqueiras que vivem ao redor dos lagos George e Edward, facilitando o acesso a testes e simplificando o acompanhamento e recargas de medicamentos para permitir que continuem seu trabalho.

Nossa clínica para adolescentes em Kasese oferece um espaço seguro para adolescentes buscarem cuidados de saúde sexual e reprodutiva. Nossos serviços incluem contracepção, tratamento de doenças sexualmente transmissíveis, atendimento pré e pós-natal, bem como atividades recreativas para incentivar o comparecimento. Também tratamos sobreviventes de violência sexual e de gênero e oferecemos acesso ao aborto seguro.

Equipes de MSF trabalham em campos de refugiados no norte de Uganda desde 2016, quando houve um grande fluxo de refugiados sul-sudaneses. Após a transferência de algumas atividades em 2018, focamos agora no atendimento médico e psicológico a sobreviventes de violência sexual e de gênero no assentamento de Omugo e na prestação de atendimento ao aborto seguro.

Nos últimos anos, Uganda tem enfrentado surtos recorrentes de Ebola e de febre homorrágica de Marburg. Após a declaração do surto de Ebola na República Democrática do Congo (RDC), no início de agosto de 2018, MSF iniciou o apoio à força-tarefa nacional de Uganda para melhorar a prontidão para resposta de emergência ao Ebola. Nossas equipes montaram unidades de tratamento de Ebola nos distritos vizinhos à RDC. Apenas três casos de Ebola foram confirmados em Uganda em 2019.

¹ Avaliação do impacto do HIV com base na população de Uganda (UPHIA), 2016-2017.

Consultas ambulatoriais
Consultas individuais de saúde mental
Pessoas em tratamento ARV de primeira linha
pessoas em tratamento ARV de segunda linha
Pessoas tratadas por violência sexual
44.400
15.100
8.600
1.470
1.320

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar