Você está aqui

MSF atende feridos após ataques na região central do Mali

06/01/2021
Os pacientes tinham ferimentos a bala e lesões devido às explosões

Equipes da organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) trataram oito pessoas gravemente feridas após ataques nos vilarejos de Bounty e Kikara, na região central do Mali, no domingo, 3 de janeiro de 2021.

Depois de ser informada por moradores locais de que havia feridos que precisavam de cuidados médicos urgentes, MSF apoiou as autoridades locais enviando dois veículos para transportar os feridos ao centro de saúde de referência de Douentza.

Oito pessoas foram atendidas no centro. Os pacientes tinham ferimentos a bala e lesões devido às explosões.

“A região central do Mali se tornou a mais letal do país para a população civil”, disse Juan Carlos Cano, coordenador de MSF no país. “Essa nova deterioração no contexto de segurança complica ainda mais o já extremamente limitado acesso de milhares de malineses a cuidados médicos essenciais.”

Desde 2017, MSF trabalha em Douentza apoiando alas do centro de saúde de referência local, como emergência, pediatria, neonatologia, centro cirúrgico de emergência e medicina interna. MSF também faz o encaminhamento de pacientes dos centros de saúde comunitários para o centro de saúde de referência em Douentza, bem como a transferência dos casos mais complicados para o hospital em Sévaré. MSF apoia três centros comunitários de saúde nos distritos de Boni, Hombori e Mondoro.

 

Leia mais sobre

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar